sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

PARADOXO

Não se pode dizer o que é a vida
E jamais saberemos a beleza da morte
Nunca decifraremos o mundo.
Em nada entenderemos o universo.
Então, por que tanta dor,
Por que tanta ignorância,
Por que tanta aversão,
Se o universo do cego é a treva,
O mundo do preso é a grade
E a vida do suicida é a morte?


Prof. Francisco Félix

Nenhum comentário:

Postar um comentário