sábado, 29 de agosto de 2015

Ator tem a obrigação de ser culto"

Poe; Laura Cardoso
 Laura Cardoso no "Provocações"
Entrevistada do programa "Provocações", Laura Cardoso criticou a nova geração de atores brasileiros. "Acho que nessa pressa de querer ser ator, de aparecer no vídeo, ter um carro, o sofá branco, o ator esquece que ele tem obrigação de ser culto, de ir à escola, de estudar a vida inteira", disse a atriz, considerada "a GRANDE dama do teatro brasileiro".

Laura, cujo nome de batismo é Laurinda de Jesus Cardoso Baleroni, contou que começou sua carreira de atriz na Rádio Cosmos e que seu nome artístico foi sugestão de outra pessoa. "Um colega de trabalho da época disse que Laurinda não era muito fácil de gravar e perguntou se eu não queria chamar Ana. Eu disse que Ana não e ele sugeriu Laura. É Laura!".

F

1 / 10
Aos 86 anos, 72 deles dedicado a profissão, Laura relembrou ainda que a transição do rádio para a TV foi natural. Ela contou também sobre a sua participação em um momento histórico da televisão brasileira: "Eu fiz o primeiro videotape do Brasil  na Tupi de São Paulo. Tem gente que diz que foi no Rio de Janeiro, mas não foi, foi em São Paulo. Com direção de Dionísio Azevedo, tinha Fernando Balleroni, Flora Geni, Cláudio Marzo, Régis Cardoso, uma porção de gente. Demorou dois dias".


1 / 10

Nenhum comentário:

Postar um comentário